Descendentes de milionários e 1,4ME em prémios na prova hípica de Cascais

É o maior prize money de uma prova de cavalos em Portugal. Melhores cavaleiros do mundo e familiares de magnatas são atrativo

Cascais recebe entre hoje e sábado (warm up e provas), pelo 12.º ano consecutivo, o Longines Global Champions Tour. O Hipódromo Municipal Manuel Possolo dá as boas-vindas à maior prova de hipismo na modalidade de saltos, decorrendo em simultâneo a competição de equipas, a Global Champions League. Este ano o prize money será de 1,4 milhões euros, valores nunca vistos num evento de hipismo em Portugal, que contará com alguns dos maiores cavaleiros e as filhas de alguns milionários famosos.

Duarte Nobre Guedes, presidente do Concurso de Saltos Internacional (CSI), entidade organizadora, revela ao DN que a etapa portuguesa ultrapassa a vertente despor- tiva: "A parte social é muito importante e este ano demos mais destaque a esse lado. E convenhamos que, nesta vertente, não poderia haver um melhor destino do que Cascais. Irão participar algumas jovens promessas e quero destacar a filha de Bill Gates [Jennifer Gates], a Georgina Bloomberg [filha do magnata Michael Bloomberg, antigo mayor de Nova Iorque] e a multimilionária Marta Ortega Perez [filha do do dono da Zara, Amancio Ortega]." Além destas estarão igualmente presentes Jessica Springsteen (filha do cantor) e Athina Onassis (neta do armador grego).

Nobre Guedes explica o montante do prémio (1,4 milhões de euros) "com a maior notoriedade ganha pela prova, que trouxe mais patrocinadores". Essencial foi ainda o acordo assinado com a cadeia de televisão CNN, "que proporcionou uma grande visibilidade nos Estados Unidos". Este é sensivelmente o dobro dos valores distribuídos no ano passado! O vencedor ganhará cerca de 30% deste bolo total de 1,4 milhões de euros, ou seja, um valor a rondar os 420 mil euros.

Portugal foi o fundador da Global Champions Tour, em 2006, quando havia apenas cinco circuitos, em vez dos 15 atuais. Cascais será a nona prova desta temporada e, na edição deste ano, 15 dos 30 melhores cavaleiros do ranking mundial do circuito cinco estrelas vão participar, destacando-se Harry Smolders (líder da classificação), Alberto Zorzi (o favorito à vitória, de acordo com Duarte Nobre Guedes), Marcus Ehning, Michael van der Vleuten, Harry Smolders, John Whitaker e Scott Brash, este último vencedor da etapa portuguesa em 2015. Serão cinco os portugueses em ação: Luis Sabino, Duarte Seabra, Mário Wilson Fernandes, António Matos Almeida e Luciana Diniz, vencedora em 2015 e a representante de Portugal com melhores hipóteses de alcançar um bom resultado. "Se analisarmos o palmarés, obviamente que sim. Se a Luciana vier com um bom cavalo, poderá ter chances de ganhar, até porque está num bom momento de forma", considera Nobre Guedes. A cavaleira portuguesa, de origem brasileira, foi recentemente quarta classificada no Grande Prémio Longines Port, disputado em Roterdão.

O organizador conta que este evento demora um ano a preparar. E por uma razão simples. "O nosso hipódromo tem relva natural, ao contrário do que acontece na maior parte destes eventos. Temos aquele que é considerado o melhor relvado do mundo, o que naturalmente obriga a que haja um grande cuidado na manutenção e tratamento. Tudo o resto demora apenas duas a três semanas a preparar e montar, mas evidentemente há sempre melhorias a fazer em cada edição, no que concerne ao espaço VIP, às refeições e a outras situações", revela.

A entrada no Hipódromo Municipal Manuel Possolo será livre. "Não alterámos essa premissa e nem faria sentido se queremos promover o hipismo em Portugal. Esperamos entre 7 mil e 7500 pessoas, ou seja, dentro da média dos últimos anos, o que significará lotação praticamente esgotada. Depois, se as noites estiverem com uma boa temperatura, as pessoas irão ficando mais tempo", antevê.

As provas a sério têm início amanhã logo às 10.00, com a Tabela A duas fases, e às 20.00 decorrerá a Primeira Classificativa Global Champions League. Sábado, o evento fechará em beleza com o GP Longines Global Champions Tour, que oferece um prémio de 300 mil euros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG