De corpo e alma com a Tunísia

Camélia é francesa mas descendente de família tunisina. E, neste Mundial, não tem dúvidas que a Tunísia pode chegar longe e chegar a defrontar a França

Nascida em Lille, filha de pai tunisino e de mãe francesa, Camélia Barbachi, viveu ansiosamente os momentos que antecederam o início do jogo entre a Inglaterra e a Tunísia: "Estou nervosa, espero que a Tunísia possa ganhar. O meu coração está totalmente com o país onde nasceu o meu pai...a minha mãe é francesa mas também é descendente de família tunisina, não há como não torcer por eles."

A expectativa de Camélia é que a Tunísia possa seguir em frente no grupo e defrontar os grandes tubarões do Mundial...e há apenas um adversário que não gostaria de cruzar-se tão cedo na competição. "Creio que podemos sonhar em passar à próxima fase e que chegaremos longe. Claro que espero apanhar a França o mais à frente possível (risos). Mas se acontecer esse jogo ficarei feliz com qualquer resultado", adiantou.

Entre os cânticos dos muitos ingleses presentes na Arena do Terreiro do Paço, Camélia teve que aumentar o tom de voz para confessar a sua felicidade de viver em Portugal. "Estou a estagiar numa agência de comunicação em Lisboa. Adoro viver aqui, as pessoas são muito simpáticas, o tempo é agradável, é simplesmente maravilhoso".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG