Daniel Alves conquista 38.º título, mas pode falhar o mais importante

Lateral brasileiro do PSG lesionou-se na final da Taça de França e tem Mundial em risco

A vitória do PSG sobre o modesto Les Herbiers, da terceira divisão francesa, por 2-0 arrisca ficar duplamente marcada na carreira de Daniel Alves. Se, por um lado, a conquista da Taça de França permitiu ao lateral somar o 38.º troféu conquistado ao longo da carreira (um recorde mundial), por outro lado sofreu uma lesão que pode afastá-lo do Mundial da Rússia.

O lateral foi substituído já na parte final do jogo da Taça francesa, com dores no joelho, e a imprensa brasileira adianta que o jogador pode ter uma lesão nos ligamentos, sendo reavaliado esta quarta-feira em Paris. Se isso se confirmar, Daniel Alves, de 35 anos, ficará fora do Mundial 2018.

O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, disse ao site UOL Esporte que "as primeiras impressões não são boas", mas reservou mais detalhes para depois de se conhecerem os resultados dos exames, afirmando que se mantém em contacto com os médicos do PSG.

Daniel Alves, que com o seu 38.º título na carreira deixou para trás os compatriotas Pelé e Maxwell (ambos com 37) e se destacou como o mais titulado de sempre no futebol mundial, corre o risco de perder assim a oportunidade de juntar ao currículo o título mais pretendido de todos: o de campeão do mundo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG