Cristiano Ronaldo: "Quem não deve não teme"

Futebolista reagiu às notícias de que vai ser alvo de uma investigação por parte da Agência Tributária espanhola

Cristiano Ronaldo reagiu, pela primeira vez, às suspeitas de que é alvo por delitos fiscais, para se manifestar tranquilo em relação ao tema.

"Acha que estou preocupado? Quem não deve não teme", disse Cristiano Ronaldo, à RTP, após o jogo entre Real Madrid e Dortmund (2-2), para a Liga dos Campeões.

Segundo o "El Mundo", o Ministério Público espanhol já iniciou a investigação a Cristiano Ronaldo e a mesma está numa "fase avançada", "em silêncio e ao seu ritmo".

Recorde-se que o Football Leaks revelou, através de vários jornais internacionais, documentos que indiciam que Cristiano Ronaldo usou offshores para "ocultar" ganhos de 150 milhões de euros em contratos publicitários.

Também a equipa do Real Madrid exigiu terça-feira "maior respeito" pelo seu jogador que considera ter um comportamento "absolutamente exemplar" e tem sido um exemplo para o clube.

A 0 de dezembro, os membros do consórcio European Investigative Collaborations (EIC), que inclui o Expresso, noticiaram que Cristiano Ronaldo evadiu, supostamente, 150 milhões de euros em impostos através de uma sociedade nas Ilhas Virgens.

A informação, que também envolve outros jogadores, entre os quais Fábio Coentrão, Ricardo Carvalho ou Pepe, todos agenciados por Jorge Mendes, foi colhida a partir de 1.900 gigabytes de documentos a que o referido consórcio europeu teve acesso e sobre os quais trabalharam 60 jornalistas durante mais de sete meses.

De acordo com os documentos, cedidos aos citados OCS pela plataforma digital 'Football Leaks', são muitas a estrelas do futebol internacional que se esforçam por ocultar os seus rendimentos em paraísos fiscais.

Com Lusa

Mais Notícias

Outras Notícias GMG