CR7 e os rumores sobre o seu futuro. "Não posso permitir que continuem a brincar com o meu nome"

Para o capitão da seleção nacional, os rumores sobre o seu futuro, mais concretamente um eventual regresso ao Real Madrid, são desrespeitosas.

O internacional português Cristiano Ronaldo manifestou-se desrespeitado, na terça-feira, pela "forma frívola" como o seu futuro está a ser abordado pela imprensa, que tem dado conta de um eventual regresso do jogador da Juventus ao Real Madrid.

"Mais do que o desrespeito por mim como homem e como jogador, a forma frívola com que o meu futuro é divulgado nos media é um desrespeito a todos os clubes envolvidos nestes rumores, bem como aos seus jogadores e staff", começou por escrever o capitão da seleção lusa, na sua conta pessoal da rede social Instagram.

Ronaldo, que termina contrato com a 'vecchia signora' no final da temporada, deixou claro que a sua a história nos merengues "foi escrita e gravada" entre 2009 e 2018, "em palavras e números, em troféus e títulos, em recordes e em manchetes", pelo que está afastado um regresso à capital espanhola.

"Além do que consegui, lembro que nesses nove anos tive uma relação de profundo apreço e respeito pela 'afición' merengue, um apreço e respeito que mantenho até hoje e que irei sempre preservar. Sei que os verdadeiros adeptos do Real Madrid continuarão a ter-me nos seus corações e eu terei os seus no meu", recordou.

Ronaldo lamenta que "ninguém se tenha preocupado sequer em descobrir a verdade", perante as "notícias frequentes e histórias a associá-lo a vários clubes em diferentes ligas", e explica a razão pela qual decidiu "quebrar o silêncio". "Não posso permitir que continuem a brincar com o meu nome".

Por fim, frisa que continua "focado na carreira, no trabalho, comprometido e preparado para todos os desafios" que tem para enfrentar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG