Comeu no banco de suplentes enquanto a sua equipa defrontava o Arsenal

O guarda-redes suplente do Sutton, que jogou contra a equipa londrina para a Taça de Inglaterra, foi filmado em direto a comer durante o jogo. Era possível apostar online que tal iria acontecer. Até aconteceu uma deslocação ao bar do estádio no intervalo da partida. Jogador já saiu do clube.

O Arsenal defrontou o Sutton, do quinto escalão do futebol inglês, para a Taça de Inglaterra, vencendo por 2-0. O resultado não surpreende e o jogo não tem grande história, até aparecer Wayne Shaw, guarda-redes suplente do Sutton. Aliás, ex-guarda redes do Sutton, pois o caso já lhe custou o posto. Ele que era uma espécie de "faz tudo" no clube, além de jogador.

Com 115 quilos e aos 46 anos, Shaw é um dos jogadores mais velhos no ativo. Recebeu, inclusivamente, grande parte da atenção da imprensa e das redes sociais, devido ao seu peso e idade. No jogo, não deixou a reputação por mãos alheias e foi mesmo a grande figura.

Não pelas grandes defesas, pois não saiu do banco, mas sim por ter comido no banco de suplentes. Captado pelas câmaras, o momento está a tornar-se viral. Tudo aconteceu no final da partida, com o jogo já resolvido, pois o Arsenal vencia o Sutton por 2-0.

Contudo, a brincadeira pode sair cara, pois o The Guardian afirma que a Federação Inglesa de Futebol vai investigar o caso, juntamente com o órgão responsável por regular as apostas online em Inglaterra. Isto tudo porque era possível, na casa de apostas Sun Bets, colocar dinheiro em jogo em como Shaw iria comer durante a partida.

O guarda-redes até foi ao bar do estádio do Sutton, durante o intervalo da partida. O pequeno estádio tem capacidade para cinco mil pessoas.

Shaw admitiu que sabia das apostas, mas negou que tenha comido durante a partida devido a esse motivo. "Algumas pessoas terão apostado. Os jogadores não podem, mas talvez alguns adeptos o tenham feito", afirmou.

O Sutton também não achou grande graça à situação e disse à publicação inglesa que Shaw iria ser chamado à atenção. "A fama subiu-lhe à cabeça, mas ele vai voltar à terra, não se preocupem", frisou Bruce Elliot, responsável pelo clube do quinto escalão inglês.

Tanto assim foi, que o clube pediu a Shaw para se demitir, o que aconteceu. De acordo com um responsável do clube, Shaw "chorou bastante ao telefone", devido ao impacto do acontecimento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG