Manchester City confirma que desiste da Superliga Europeia

Também o Chelsea estará em vias de desistir, segundo a imprensa britânica, por causa das reações negativas. Adeptos do Chelsea manifestaram-se à porta do estádio. Ed Woodward, vice-presidente do Man. United demitiu-se.

O Manchester City saiu da Superliga Europeia, da qual era um dos 12 fundadores, e o Chelsea estará a caminho de tomar a mesma decisão, segundo a imprensa britânica.

A notícia é avançada pela imprensa inglesa, sendo que a Sky Sports explica que no caso dos londrinos tal se deve a dois fatores: à generalizada reação negativa do mundo do futebol, mas também aos protestos dos cerc de mil adeptos nas imediações do estádio Stamford Bridge, antes do início da partida desta terça-feira com o Birghton, a contar para a Premier League.

Entretanto, a imprensa inglesa diz o vice-presidente do Man United, Ed Woodward, demitiu-se. Tudo terá acontecido após uma reunião com jogadores do clube, que estão contra a nova Superliga - tal como o ícone do clube Alex Ferguson e os adeptos.

Woodward deverá sair nos próximos meses, depois de ter entrado em 2013.

O Manchester City era já apontado pela imprensa inglesa como o próximo clube a abandonar o grupo, do qual faz parte ainda Manchester United, Liverpool, Tottenham, Arsenal, Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madrid, Inter Milão, AC Milan e Juventus. A BBC garante que City e Chelsea foram os últimos a assinar o pacto para a criação da Superliga, apesar de terem manifestado sempre algumas reticências, podendo agora voltar a trás nessa decisão.

Notícia atualizada às 21:40

Mais Notícias

Outras Notícias GMG