150 atletas vão ligar Coimbra ao Fundão

Cento e cinquenta ciclistas irão participar na corrida internacional Clássica Aldeias do Xisto, numa distância 140 quilómetros a ligar os dois distritos

Cento e cinquenta ciclistas de diferentes países vão disputar no domingo a corrida internacional Clássica Aldeias do Xisto, entre o Fundão e a Lousã, numa distância de 140 quilómetros quase sempre em montanha.

Enquanto prova da classe 1.2, a corrida internacional vai ligar a Barroca e a Cerdeira, aldeias serranas dos concelhos do Fundão e da Lousã, distritos de Castelo Branco e Coimbra, respetivamente, com a meta a coincidir com a contagem de montanha de segunda categoria.

A Clássica Aldeias do Xisto é a primeira iniciativa do projeto Cycl'in Portugal, criado através de um protocolo assinado há um mês, na Lousã, pelos presidentes da Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto (ADXTUR), Paulo Fernandes, Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, e Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, numa cerimónia com a presença da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

"Temos uma expectativa grande e muito consistente em relação à corrida, que está na linha da frente nesta relação entre a modalidade e o lazer", disse o diretor executivo da ADXTUR, Rui Simão.

Rui Simão salientou ser "esta a primeira vez" que a rede turística Aldeias do Xisto e a região recebem "uma prova profissional do calendário nacional de ciclismo", em que participam equipas de países europeus como Portugal, Espanha, Noruega e Rússia, além da Bolívia, cujos atletas já estão instalados em unidades hoteleiras do território.

Nos 140 quilómetros de estrada, os organizadores da corrida pretendem associar a valorização das aldeias do interior "ao mediatismo e à paixão pelo ciclismo", tirando ainda partido da "qualidade paisagística do território", acrescentou.

A prova começa às 12:00, na Barroca, prevendo-se que os primeiros ciclistas cheguem à meta, na Cerdeira, por volta das 15:30.

Para o responsável da ADXTUR, "o cenário das Aldeias do Xisto é perfeito para uma junção harmoniosa entre competição, lazer e turismo", cabendo à organização promover a zona como "destino de excelência para todos os que gostam de bicicleta" e das modalidades associadas.

A prova profissional conta para o calendário nacional de ciclismo, mas o programa inclui ainda uma subida cronometrada e premiada à Cerdeira, numa extensão de 1,5 quilómetros, entre a antiga estrada nacional 236, que liga Lousã à Castanheira de Pera, e aquele lugar da Serra da Lousã, sendo aberta à participação de todos os praticantes.

Considerada "uma clássica para trepadores", a corrida das Aldeias do Xisto é a primeira ação no âmbito do projeto Cyclin' Portugal, além de ser a terceira e última prova pontuável para o Troféu Liberty Seguros.

"Roteiro vivo pela beleza das Aldeias do Xisto", a competição passará por Barroca, Janeiro de Baixo, Janeiro de Cima, Fajão, Casal Novo, Talasnal, Candal e Cerdeira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG