Wozniacki vence Venus e conquista Masters

A tenista dinamarquesa Caroline Wozniacki conquistou este domingo o seu primeiro Masters, ao vencer na final, em Singapura, a norte-americana Venus Williams, por duplo 6-4.

Depois de se ter imposto no primeiro 'set', Wozniacki, sexta do 'ranking' mundial, parecia lançada para uma vitória robusta no segundo parcial, ao conquistar uma vantagem de 5-0, mas permitiu a recuperação da norte-americana para 5-4, antes de fechar o encontro, em 1:30 horas.

Aos 27 anos e na segunda presença na final do Masters, que perdeu em 2010 frente à belga Kim Clijsters, a tenista dinamarquesa conquistou o primeiro grande título da carreira -- após 12 anos no circuito feminino --, uma vez que não venceu qualquer prova do Grand Slam.

Wozniacki, que já liderou a hierarquia mundial, precisamente, em 2010, atingiu por duas vezes o jogo decisivo no Open dos Estados Unidos, em 2009 e 2014, tendo perdido, respetivamente, frente a Clijsters e à norte-americana Serena Williams, irmão mais nova de Venus.

"Até ao 5-0 tudo corria bem, depois ela melhorou o nível de jogo e aplicou golpes incríveis. Estou muito feliz por ter conseguido superá-la. O oito é o meu número da sorte", referiu Wozniacki, que, com este triunfo, assegurou a subida ao terceiro lugar do 'ranking'.

A dinamarquesa referia-se ao facto de ter conseguido, finalmente, vencer Venus Williams, ao oitavo encontro entre ambas, depois de ter perdido os sete anteriores, fechando com 'chave de ouro' "um ano incrível, mas muito complicado, devido a várias lesões".

Williams, número cinco do mundo, que se tornou a finalista mais velha de sempre do Masters, com 37 anos, disputou pela terceira vez a final da prova, depois das presenças nos encontros decisivos de 2008, em que venceu a russa Vera Zvonareva, e 2009, na qual perdeu frente a Serena Williams.

"Só consegui praticar o meu melhor ténis quando já era demasiado tarde. Tentarei fazê-lo mais cedo na próxima vez. Talvez seja um bom plano", observou a norte-americana, que poderia ter conquistado em Singapura o 50.º título da carreira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG