"Quem dera que o avião da Chapecoense fosse do Benfica", cantaram os Super Dragões

O FC Porto consolidou a liderança do grupo A da fase final do Campeonato Nacional de andebol, ao vencer o Benfica, por 30-27, deixando os encarnados praticamente fora da luta pelo título.

A vitória do FC Porto sobre o Benfica em andebol, esta quarta-feira, ficou marcada por um momento polémico nas bancadas quando a claque dos Super Dragões começaram a cantar "Quem me dera que o avião da Chapecoense fosse do Benfica".

O cântico foi gravado por fãs e está já a correr na internet, com comentários menos positivos nas redes sociais.

O FC Porto demarcou-se dos cânticos dos adeptos durante o clássico de andebol frente ao Benfica, no Dragão Caixa esta quarta-feira."O FC Porto demarca-se de todos os cânticos ofensivos e apela que os adeptos se concentrem no apoio às nossas equipas", pode ler-se no Twitter.

No dia 29 de novembro de 2016, 19 futebolistas da Chapecoense morreram num acidente aéreo perto de Medellin, quando o avião caiu e vitimou 71 pessoas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG