Campeã mundial de boxe morre aos 26 anos

Pugilista francesa Angélique Duchemin, campeã mundial de peso-pluma, faleceu esta terça-feira, vítima de embolia pulmonar, após ter sofrido um enfarte.

O mundo do boxe está de luto. A francesa Angélique Duchemin, de 26 anos, morreu esta terça-feira, cerca de três meses depois de se ter sagrado campeã mundial de peso-pluma.

A pugilista gaulesa terá sido vítima de uma embolia pulmonar, depois de ter sofrido um enfarte, na segunda-feira, quando treinava no seu ginásio, em Thuir (sul de França). Prontamente transportada para o hospital de Perpignan, Duchemin não resistiu.

A lutadora era uma estrela em ascensão no boxe. Campeã europeia desde dezembro, Duchemin conquistou o cinturão de campeã mundial de peso-pluma, da WBF (Federação Mundial de Boxe), a 12 de maio, ao bater a compatriota Ericka Rousseau. Tinha um registo de 14 vitórias (três por KO) e zero derrotas.

O pai da pugilista, também um antigo pugilista, falecera em 2013, vítima de um enfarte.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG