Bruno de Carvalho vai fazer queixa na polícia

Em causa a questão da filha que Bruno de Carvalho diz não saber onde está

Ao que o DN apurou, junto de fonte próxima de Bruno de Carvalho, houve de facto um telefonema para pedir que Cláudia Dias Gomes ficasse com a filha neste fim-de-semana, "o que ao abrigo do acordo pertenceria ao presidente do Sporting", pedido que foi recusado por Bruno de Carvalho.

A mesma fonte explica que Bruno de Carvalho, na 6º feira, se dirigiu ao colégio para ir buscar a filha e, não a encontrando, se dirigiu a casa da ex-mulher "onde a criança também não estava".

Fonte próxima , diz que Bruno de Carvalho já relatou "este incumprimento do acordo ao tribunal", e que na 2º feira [hoje] "irá apresentar queixa na policia".

As explicações de Cláudia Dias Gomes

Cláudia Dias Gomes, em comunicado enviado ao DN, esclarece que pediu ao ex-marido para que a filha Diana ficasse consigo durante o fim-de-semana devido aos últimos acontecimentos

Cláudia Dias Gomes respondeu a Bruno de Carvalho, que acusou a ex-mulher de ter desaparecido com a filha Diana - "Não sei onde está a minha filha Diana, porque a minha ex-mulher desapareceu com ela", disse neste sábado.

Em comunicado enviado ao DN, Cláudia Dias Gomes esclarece que a pequena Diana se encontra consigo depois de ter pedido isso mesmo a Bruno de Carvalho na passada sexta-feira.

Hoje no Facebook, Bruno de Carvalho publicou um post com esta pergunta: "Amo-te tanto Diana! Onde estás? Hoje quero dedicar a vitória a ti! Que saudades! Isto é um pesadelo mas vamos superar tudo!"

Eis na íntegra o comunicado enviado por Cláudia Dias Gomes ao DN.

"Face a notícias que têm sido veiculadas por alguma comunicação social e algum "dramatismo" dispensável, entendo oportuno prestar o seguinte esclarecimento:

Considerando que esta semana ocorreram situações graves e violentas e com um jogo que se previa complicado por questões de segurança, pedi ao Pai da Diana, na passada 6ª feira, que a nossa filha ficasse comigo neste fim de semana, poupando-a a tumultos e perturbações previsíveis. Aliás, é evidente que o Bruno não teria condições de passar qualquer tempo de qualidade com a Diana. Mais informei que ultrapassado este período tumultuoso passaria o seu tempo com a nossa filha.

Amanhã, espero que a Diana possa retomar as suas actividades e rotinas normais, como qualquer criança."

"Não sei onde está a minha filha Diana, porque a minha ex-mulher desapareceu com ela", disse ontem o presidente do Sporting explicado que a ex-mulher considerava não estarem "reunidas condições de segurança".

"Vocês [jornalistas] estão a participar no maior ato de terrorismo feito sobre uma pessoa e seus companheiros de equipa, estão a ser coniventes, é a vossa retaliação pela última AG do Sporting, e só lamento que um conjunto de sportinguistas sérios, de bom coração, estejam a ser enredados por um conjunto de calúnias e mentiras", apontou, criticando jornalistas que tentaram ouvi-lo à porta de casa. "À conta do que vocês estão a fazer, não sei onde está a minha filha Diana. A minha ex-mulher diz que não estão reunidas condições de segurança e desapareceu com ela. É hediondo o que vocês estão a fazer", queixou-se Bruno de Carvalho.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG