Brandi Chastain vai doar o cérebro à ciência

A antiga internacional norte-americana quer apoiar o estudo sobre as consequências dos traumatismos cranianos sofridos a jogar

Brandi Chastain, antiga futebolista da seleção dos EUA, anunciou que vai doar o cérebro à ciência, de modo a apoiar o estudo sobre os efeitos que as traumatismos cranianos podem ter em futebolistas femininas.

Campeã do mundo em 1999, a antiga atleta anunciou que tomou esta decisão para proteger "todas as crianças que se iniciem no futebol".

"Joguei futebol desde pequena e nem consigo imaginar o número de vezes em que bati com a cabeça. É assustador imaginar a quantidade de pequenas concussões que não foram diagnosticadas durante a minha vida", frisou.

Embora as concussões sejam uma preocupação habitual no boxe e no futebol americano, no futebol os casos são menos habituais, sobretudo entre mulheres. Brandi Chastain, porém, quer apoiar o estudo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG