Ecclestone diz que uma mulher piloto na Fórmula 1 "não seria levada a sério"

Diretor executivo da Fórmula One Management diz que mulheres "não têm capacidades físicas" para a F1

O diretor executivo da Fórmula One Management (FOM), Bernie Ecclestone, afirmou hoje que as mulheres "não têm capacidades físicas" para conduzir um carro de Fórmula 1.

"Não creio que as mulheres tenham as capacidades físicas para conduzir rapidamente um Fórmula 1 e não seriam levadas a sério", comentou o responsável, à margem de um congresso em Londres.

Ecclestone, de 85 anos, anteviu, contudo, que aumentará no futuro o número de mulheres em lugares de direção em todos os domínios, já que "são mais competentes" e "não têm egos desmesurados".

Susie Wolff, piloto de ensaios, foi a última mulher presente na Fórmula 1, tendo-se retirado em novembro do ano passado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG