Jorge Jesus: "Com duas derrotas fica difícil recuperar"

Jorge Jesus assume que o Benfica terá que tentar conquistar, em Leverkusen, os pontos que "perdeu" na receção ao Zenit.

Jorge Jesus, treinador do Benfica, considerou nesta terça-feira que a equipa portuguesa só pode pontuar na quarta-feira em Leverkusen, no jogo contra o Bayer, para a Liga dos Campeões de futebol, se fizer um jogo de "nível elevado".

"Acreditamos que temos capacidade para fazer um bom jogo e trazer pontos da Alemanha, mas para que tal aconteça, para correspondermos às nossas expectativas de vitória, temos de estar num nível alto", disse o treinador, na conferência de véspera do jogo.

Depois de uma derrota com o Zenit na primeira mão, perder de novo seria "complicado" para as contas do Benfica, mas isso não afastaria já o campeão português, garante. "Duas derrotas, num grupo com tão poucos jogos, é difícil de recuperar, mas não é impossível. As equipas são muito iguais, fortes e competitivas, qualquer uma tem hipóteses de se apurar".

"Jogámos frente ao Bayer há dois anos, para a Liga Europa e ganhámos por 1-0. Dessa equipa mantêm-se seis ou sete jogadores, agora com um treinador novo, com ideias diferentes e a fazer um bom trabalho, nos lugares cimeiros do campeonato [são terceiros na Bundesliga]", elogiou Jorge Jesus.

Relativamente ao jogo de quarta-feira, Jesus confirmou que conta com Júlio César para a baliza: "O Júlio fez a viagem e vai treinar hoje. Clinicamente parece estar recuperado e, se nada acontecer hoje e no treino de amanhã [quarta-feira], jogará, caso esteja a cem por cento."

Quanto às outras posições, foi mais evasivo, dizendo que "todos podem ser titulares", nem mesmo confirmando esse estatuto para Derley, que o acompanhou na conferência de imprensa.

"Não é por um jogador vir à conferência que isso significa que vai jogar. Derley tem hipóteses de jogar, tal como outros que estão em Leverkusen. Temos de ter em atenção este jogo e o de domingo, para o campeonato, bem como a condição física dos jogadores", referiu.

Enzo Pérez, que "não está nas melhores condições físicas", poderá ou não ser opção - o técnico preferiu não ser ainda conclusivo sobre esse tema. "Saiu com algumas limitações no jogo com o Estoril e ainda não sei se estará em condições de jogar, até porque tenho de pensar nas restantes competições", disse.

Derley não espera facilidades, para o jogo em Leverkusen, e reafirma que o Benfica joga sempre para o triunfo: "Sabemos as dificuldades que vamos encontrar. O Bayer é um adversário muito forte, mas nós jogamos sempre para ganhar".

O Bayer Leverkusen-Benfica, da segunda jornada do grupo C da Liga dos Campeões, joga-se a partir das 19:45 de quarta-feira, no estádio BayArena.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG