Iniciada construção da estrutura da estátua de Eusébio

Os trabalhos de construção de uma estrutura para proteger a estátua do antigo futebolista Eusébio da Silva Ferreira, junto ao estádio da Luz, em Lisboa, arrancaram esta quarta-feira, anunciou o Benfica no seu sítio oficial na internet.

Com a estrutura, o Benfica pretende proteger a estátua e os objetos depositados em seu redor de "atos de vandalização", como aqueles que foram perpetrados na terça-feira e que levaram o clube a retirar os cachecóis do Sporting que lá tinham sido depositados após a morte do "pantera negra" no domingo passado.

Os "encarnados" esclareceram na terça-feira, em comunicado, que a retirada dos cachecóis e outros materiais do Sporting que estavam misturados com os do Benfica junto da estátua de Eusébio se ficou a dever a "tentativas de vandalização" e a "atos mesquinhos perpetrados por um pequeno grupo de pessoas".

Para a "salvaguarda de todas as ofertas depositadas junto à estátua de Eusébio", e até à montagem da estrutura de proteção, "todos esses materiais suscetíveis de sofrerem indevida vandalização foram recolhidos, bem como muitos outros depositados na porta 1, incluindo ainda os cachecóis que foram atirados para o carro funerário", sublinha a nota.

O texto explica ainda que, em breve, as oferendas voltarão a ser depositadas, "devidamente" protegidas, no seu local de origem.

Eusébio da Silva Ferreira morreu no domingo, às 04:30, vítima de paragem cardiorrespiratória.

O "Pantera Negra" ganhou a Bola de Ouro em 1965 e conquistou duas Botas de Ouro (1967/68 e 1972/73). No Mundial de Inglaterra, em 1966, foi considerado o melhor jogador e foi o melhor marcador, com nove golos, levando Portugal ao terceiro lugar.

Eusébio nasceu a 25 de janeiro de 1942 em Lourenço Marques (atual Maputo), em Moçambique.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG