Benfica ganha corrida por Rafa, que assina contrato por 5 anos

Os encarnados chegaram ontem a acordo com o Sp. Braga, numa transferência que envolve uma verba inferior a 20 milhões de euros e troca de jogadores. Hoje faz exames médicos

O Benfica ganhou a corrida pela contratação de Rafa Silva. O acordo com o Sporting de Braga ficou acertado ontem à noite. O internacional português fará hoje os exames médicos na Luz e assina contrato válido por cinco épocas.

Os pormenores do negócio não são ainda claros, mas tudo aponta para que António Salvador e Luís Filipe Vieira, presidentes de Sp. Braga e Benfica, tenham estabelecido uma plataforma de acordo que contempla a cedência de jogadores por parte do clube da Luz, sendo que o negócio será, por isso, feito abaixo dos 20 milhões de euros que eram pedidos pelo líder do clube minhoto, que deverá ainda ficar com uma percentagem do passe ou sobre uma mais-valia numa futura venda.

Um dos futebolistas que poderá servir de moeda de troca é Rui Fonte, avançado que já na época passada representou os bracarenses por empréstimo dos encarnados, devendo agora seguir o mesmo caminho mas a título definitivo.

O Benfica ganhou assim a corrida ao FC Porto e ao Zenit, que estavam igualmente interessados no extremo português de 23 anos. Aliás, nos últimos dias os dragões mantiveram inclusive contactos mais intensos com os responsáveis bracarenses, enquanto os russos terão feito ontem uma última tentativa, oferecendo ao jogador um salário de 3,5 milhões de euros anuais, que esbarrou na vontade de Rafa Silva, que sempre fez saber que não estava disposto a jogar na Liga da Rússia.

Há três anos o novo reforço do Benfica jogava na II Liga, no Feirense, e bate agora o recorde de transferências entre clubes portugueses, pois até agora o negócio com verbas mais elevadas tinha sido a de João Moutinho, em julho de 2010, do Sporting para o FC Porto por 11 milhões de euros (um negócio que chegou depois aos 15 milhões de euros quando o médio saiu para o Monaco). Rafa entra assim na história do futebol português.

Passe partilhado por quatro

O passe do jogador era partilhado pelo empresário Jorge Mendes, Sporting de Braga, o agente do médio e ainda o Feirense. Recentemente António Salvador adquiriu uma parte do passe junto da Gestifute, do empresário Jorge Mendes, tendo ficado com 80% dos direitos económicos sobre Rafa Silva.

O médio ofensivo, que se sagrou campeão europeu com a seleção nacional, chegou a Braga no início de 2013/14, vindo do Feirense a troco de 150 mil euros. Tinha completado a formação (feita no Povoense e no Alverca) e tornara-se profissional. O brilho que exibiu na II Liga logo o catapultou para o escalão principal. Foi disputado por Sporting e Sp. Braga e optou pelos minhotos, onde foi lançado na equipa principal por Jesualdo Ferreira.

Rafa Silva logo chegou à seleção nacional com Paulo Bento e foi ao Mundial2014, onde acabou por não ser utilizado. Depois foi alternando entre a equipa A e os sub-21 (vice-campeão europeu em 2015). Mas a a qualidade demonstrada em Braga - comandou a equipa minhota até aos quartos-de-final da Liga Europa 2015/16 - voltou a valer-lhe a chamada para a fase final de uma grande competição. E em junho viu Fernando Santos convocá-lo para o Euro2016, tendo-se sagrado campeão europeu, apesar de só ter jogado um minuto.

Nada que tenha beliscado o valor de mercado de Rafa Silva, segundo o presidente do Sporting de Braga: "Um jogador como o Rafa poderia ser mais utilizado, mas toda a gente sabe as qualidades que ele tem e não é por não estar a jogar com regularidade na seleção que desvaloriza."

Agora, Rafa Silva enfrenta o maior desafio da sua vida ao fazer parte do plantel do tricampeão nacional, onde a concorrência vai apertar. O Benfica, por sua vez, apresenta excedente de jogadores para as alas, sendo possível que nos próximos dias Salvio e Andre Carrillo sejam vendidos, uma vez que à Luz chegaram propostas bastante tentadoras. Isto além do brasileiro Anderson Talisca que estará a poucas horas de ser anunciado como reforço dos turcos do Besiktas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG