Benfica vence Spartak e segue em frente na Europa

Encarnados vencem a equipa de Rui Vitória por 2-0. Agora é preciso passar o PSV Eindhoven para chegar aos milhões da Liga dos Campeões.

O Benfica garantiu esta terça-feira o apuramento para o playoff de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões ao vencer, em casa, os russos do Spartak Moscovo, por 2-0, graças a João Mário e a Yaremchuk, que se estrearam com golos na estreia na Luz.

A equipa de Jorge Jesus ultrapassou assim o primeiro obstáculo, depois de há uma semana ter vencido fora por 2-0. Seguem-se os holandeses do PSV Eindhoven, que eliminou os dinamarqueses do Midtjylland, sendo a primeira mão já na quarta-feira também no Estádio da Luz. Este é o obstáculo que separa o Benfica da fase de grupos da Champions e, consequentemente, de um prémio de participação que ascende a 36 milhões de euros.

A primeira grande nota do jogo foi para o regresso do público às noites europeias na Luz, foram cerca de 20 mil pessoas que testemunharam um Benfica superior em praticamente todo o jogo, embora na primeira parte tenha criado poucas oportunidades para marcar, havendo apenas a registar um remate perigoso de Pizzi aos 24 minutos. Por sua vez, Rui Vitória, que está a ter um início muito complicado nesta aventura no Spartak, constatava as dificuldades da sua equipa em aproximar-se da baliza contrária, optando por isso pelos remates de longe, sem perigo.

Na segunda parte, a tendência do jogo manteve-se com absoluto domínio do Benfica, que aos 58 minutos abriu o marcador por João Mário, que teve uma bela estreia de águia ao peito no Estádio da Luz. O médio ex-Sporting concluiu com um remate à entrada da área uma bela jogada da equipa de Jesus, que obrigou os russos a correr atrás da bola durante alguns minutos.

Com uma vantagem de três golos na eliminatória, o técnico benfiquista promoveu a estreia do avançado ucraniano Yaremchuk, que na última jogada da partida aproveitou um passe de João Mário para rematar para o fundo da baliza do Spartak. A bola sofreu desvios em dois jogadores russos, tendo a UEFA começado por atribuir o golo ao reforço benfiquista, mas depois retificou e deu autogolo do defesa Gigot. Ainda assim, Yaremchuk teve uma estreia promissora.

carlos.nogueira@dn.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG