Benfica segura milhões após uma hora a resistir com dez

Expulsão de Lucas Veríssimo deixou benfiquistas em maus lençóis, mas a equipa de Jorge Jesus aguentou empate a zero. 37 milhões nos cofres e pote 3 no sorteio.

O Benfica garantiu a 16.ª presença na fase de grupos da Liga dos Campeões, após empatar a zero no terreno do PSV, em Eindhoven, num jogo em que os encarnados estiveram cerca de uma hora a jogar com menos um homem, devido à expulsão de Lucas Veríssimo por acumulação de cartões amarelos. Valeu assim a vitória de há uma semana na Luz, por 2-1.

Depois de uma noite mal dormida, em que os adeptos holandeses decidiram presentear a comitiva benfiquista com um autêntico espetáculo de fogo-de-artifício durante a madrugada, Jorge Jesus promoveu uma alteração no onze que bateu o vice-campeão dos Países Baixos em Lisboa. Saiu Pizzi e entrou Taarabt, com o ataque a perder algum poder de fogo, mas com o meio-campo a ganhar mais clarividência na gestão dos ritmos e da posse de bola.

Depois de Rafa ter rematado por cima da barra, aos 28 minutos, só o PSV esteve perto de marcar, ainda que sem sucesso. Quando não foi a falta de pontaria de Max e Madueke, que remataram para fora; foi a pontaria a mais de Zahavi, que acertou na trave; ou os reflexos de Vlachodimos, que voltou a ser decisivo ao barrar as tentativas de Madueke e Vertessen.

O apito final garantiu ao Benfica não só o prestígio da participação na prova onde estão os melhores clubes da Europa, mas também o encaixe direto de 37,243 milhões de euros que vão dar ao clube mais conforto na gestão dos últimos dias desta janela do mercado de transferências.

No sorteio da fase de grupos, agendado para amanhã às 17.00, já se sabe que o Sporting vai integrar o pote 1, juntamente com Chelsea (vencedor da Liga dos Campeões), Villarreal (vencedor da Liga Europa), Atlético Madrid, Manchester City, Bayern Munique, Inter de Milão e Lille (campeões das cinco principais ligas europeias).

O FC Porto e o Benfica vão integrar o pote 3, na companhia de Ajax, Leipzig, Atalanta, Zenit e duas equipas a definir.

No pote 2 vão estar Real Madrid, Barcelona, Juventus, Manchester United, Paris Saint-Germain, Liverpool, Sevilha e Borussia Dortmund, enquanto no pote 4 já se sabe que vão estar Club Brugge, AC Milan, Wolfsburgo, Young Boys, Malmoe e o vencedor da eliminatória entre Dínamo Zagreb e Sheriff.

Ficha de jogo

Jogo realizado no Philips Stadion, em Eindhoven.

Assistência: cerca de 20.000 espetadores.

Árbitro: Slavko Vincic (Eslovénia).

- PSV: Drommel, Mwene (Thomas, 89), Ramalho, Boscagli (Obispo, 70), Max (Teze, 89), Sangaré, Van Ginkel (Bruma, 70), Madueke (Vertessen, 70), Gotze, Gakpo e Zahavi.

Treinador: Roger Schmidt.

- Benfica: Vlachodimos, Gilberto (André Almeida, 61), Lucas Veríssimo, Otamendi, Morato, Grimaldo, João Mário (Everton, 74), Weigl, Taarabt (Vertonghen, 54), Rafa (Meité, 74) e Yaremchuk (Gonçalo Ramos, 61).

Treinador: Jorge Jesus.

Disciplina: cartão amarelo para Lucas Veríssimo (08 e 32), Boscagli (64), João Mário (66), Gonçalo Ramos (82), Ramalho (85), Thomas (90+1) e Vlachodimos (90+4). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Lucas Veríssimo (32).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG