Benfica acusa FC Porto de condicionar a justiça

Campeão nacional confirma que interpôs uma providência cautelar para impedir que os portistas continuem a divulgar mais emails

O Benfica emitiu na manhã desta terça-feira um comunicado, no qual confirma que interpôs uma providência cautelar para impedir que o FC Porto continue a divulgar emails, através do seu diretor de comunicação Francisco J. Marques.

Os encarnados acusam os dragões de estarem a iniciar uma "nova frente de ação que visa interferir com as decisões dos tribunais nos processos em curso".

Eis o comunicado na íntegra:

Depois da coação sobre árbitros, agora o condicionamento da justiça. Depois das contínuas declarações e atitudes de coação e intimidação das equipas de arbitragem por parte de responsáveis do Futebol Clube do Porto, hoje ficámos a conhecer nova frente de ação que visa interferir e condicionar as decisões dos tribunais nos processos em curso. No âmbito das diferentes ações movidas pelo Sport Lisboa e Benfica, através da sua equipa de advogados, confirmamos ter sido interposta a justificada e necessária providência cautelar junto do Tribunal Cível da Comarca do Porto, visando impedir, primeiro, a prática continuada de uma conduta ilícita, depois a salvaguarda do bom-nome do Sport Lisboa e Benfica. Nada mais natural num Estado de Direito com o qual alguns clubes e dirigentes manifestam evidentes dificuldades em lidar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG