Bastou um salto para Patrícia Mamona se apurar para a final do triplo

A final do triplo salto disputa-se domingo às 16.20 (hora de Lisboa). Atleta do Sporting ficou a um centímetro do seu recorde pessoal.

Patrícia Mamona garantiu este sábado a passagem à final do triplo salto dos Campeonatos da Europa de Atletismo em pista coberta, com um salto de 14,43 metros, a um centímetro do seu recorde nacional.

Em Torun, Polónia, bastou um salto a Mamona para se apurar para domingo, por larga margem, resolvendo cedo o compromisso das qualificações. Com este salto, subiu a segunda melhor europeia do ano, logo atrás da grega Paraskeví Papahrístou, que também se apurou para a final com um registo apenas, mas a 14,39.

A final do triplo salto disputa-se domingo às 16.20 (hora de Lisboa).

Os dois portugueses que competiram nas eliminatórias de 3000 metros, Isaac Nader e Samuel Barata, não passaram à final. Destaque para Samuel Barata, sexto na sua série, com 7.53,39 minutos, recorde pessoal por larga margem e que o leva a terceiro luso de sempre, logo atrás dos olímpicos Rui Silva e Luís Feiteira, já retirados.

Nader, que correu numa das outras séries, foi nono com 7.58,10.

No conjunto das três séries, Barata termina a competição em 16.º e Nader em 22.º.

Já Carlos Nascimento correu na primeira ronda dos 60 metros, para ser segundo na sua série, com 6,68 segundos, o que lhe deu apuramento direto para as semifinais, que se disputam ainda este sábado. Nascimento conseguiu a 14.ª marca entre os 65 atletas inscritos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG