Avançado do Benfica B faz paragem na carreira devido a problema cardíaco pós-covid-19

Daniel dos Anjos esteve infetado e ficou com sequelas, que o obrigam, para já, a abdicar do futebol.

Daniel dos Anjos (Benfica B) suspendeu temporariamente a carreira de jogador de futebol para tratar um problema de coração (miocardite aguda), provocado pela covid-19.

O avançado da equipa B do Benfica esteve infetado com covid-19 no final de novembro. Depois de recuperado, o brasileiro de 24 anos foi submetido a uma avaliação completa pelo departamento médico do clube da Luz - procedimento padrão adotado pelo Benfica, após infeções pelo novo coronavírus, com especial atenção à parte cardiorrespiratória - tendo-lhe sido detetada uma inflamação do miocárdio.

Daniel dos Anjos já não voltou a ser reintegrado nos treinos. E, segundo o Benfica, "a miocardite aguda pós-COVID-19, sem critérios de gravidade", obriga, no entanto, a monitorização médica até estarem reunidas as condições para voltar aos relvados.

Este ano, o avançado de 24 anos já tinha sido chamado por Jorge Jesus à equipa principal do Benfica, para o jogo com o Paredes, na eliminatória anterior da Taça de Portugal. Jogou 21 minutos. Pela equipa B, totaliza sete jogos sem qualquer golo marcado.

Uma das muitas causas de miocardite aguda são as infeções por vírus. Desde o início da pandemia que vários estudos apontam a inflamação do miocárdio como uma das sequelas da covid-19. O que parece ser o caso do jogador encarnado, uma vez que nos exames anteriores não teria sido detetado problema algum desse nível.

A inflamação do miocárdio (músculo cardíaco) pode levar a arritmias ou insuficiência cardíaca, resultante da fraca capacidade do coração em bombear sangue.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG