Autogolo garante triunfo do PSG

Parisienses salvaram a temporada com uma vitória magra e obtida nos descontos sobre o Angers (1-0). Gonçalo Guedes não saiu do banco

O Paris Saint-Germain conquistou este sábado a Taça de França em futebol, ao bater na final o Angers, graças a um autogolo do defesa Issa Cissokho, aos 90+1 minutos, quando o prolongamento parecia inevitável.

A formação parisiense conseguiu, assim, atenuar a desilusão com a perda do campeonato francês para o Mónaco, mas a verdade é que se deparou com mais dificuldades do que estaria à espera para superar o Angers.

É certo que a equipa parisiense foi superior em todas as estatísticas do jogo -- 10-1 em cantos, 14-7 em livres, 67%-33% na posse de bola -, mas faltou-lhe eficácia na finalização e engenho para ultrapassar a sólida organização defensiva do Angers e chegar ao golo.

Foi preciso esperar pelo período de compensações para que o PSG chegasse à vitória, num lance disparatado do lateral direito do Angers, o senegalês Issa Cissokho, o qual, pressionado por um adversário, cabeceou para o fundo das redes da sua própria baliza, na sequência de um pontapé de canto batido para o primeiro poste.

Pelo PSG sentou-se no banco o internacional português Gonçalo Guedes, contratado ao Benfica na 'janela' de transferências de janeiro, mas não chegou a ser utilizado pelo técnico Unay Emery.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG