"Atletas no Rio vão lutar por uma medalha para o honrar"

O primeiro campeão olímpico português, em 1984, mostrou-se emocionado com a "perda tremenda"

Carlos Lopes acredita que os atletas que competirão no Rio2016 "vão lutar por uma medalha que possa honrar a memória" de Mário Moniz Pereira, que hoje morreu em Lisboa, aos 95 anos.

O primeiro campeão olímpico português, em 1984, então treinado por Moniz Pereira, mostrou-se, em declarações à Sporting TV, emocionado com a "perda tremenda" de um homem que marcou o atletismo, "pela dedicação, talento, trabalho e sacrifício".

"Com ele, havia sempre alegria no treino", disse o atual responsável pelo atletismo do Sporting, que, com Moniz Pereira, arrecadou uma medalha de prata em Montreal'76 e uma de ouro em Los Angeles'84.

"Ele acreditou que era possível eu tornar-me num campeão. A medalha de prata em 1976, antes mesmo do ouro em 1984, foi o indício de que estava a nascer uma era dourada do atletismo nacional", disse Lopes, para quem Moniz Pereira será sempre "o Senhor Atletismo".

Lopes destaca a "crença sem reservas no trabalho e no valor dos seus atletas", que sempre acreditou que, com condições iguais, podiam conseguir resultados de excelência. "Marca-me para sempre a figura dele, como pessoa, como homem. Não temos muitas palavras, agora", concluiu.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG