André Villas-Boas confirmado no Dakar

Treinador português confirma ao site da competição que vai alinhar na 40.ª edição ao volante de um Toyota e com Ruben Faria como co-piloto

A notícia já tinha vindo a público na semana passada, mas só foi esta quarta-feira confirmada pelo próprio. André Villas-Boas, treinador português que no último fim de semana terminou a época ao serviço dos chineses do Shangai SIPG, vai mesmo competir na 40.ª edição do rali Dakar, mítica prova de todo-o-terreno na qual vai entrar ao volante de um Toyota Hilux, com o motard Ruben Faria como co-piloto.

Num comunicado divulgado pela organização da prova, Villas-Boas refere que equacionou participar na categoria de motos, a sua grande paixão, e esxplica por que descartou esse cenário, optando por competir em automóveis. "Falei com o meu amigo Alex Doringer, manager da equipa KTM, que me disse que eu iria precisar de um ano inteiro de preparação para poder competir em motos e que o melhor era considerar fazer o Dakar de carro. Por isso, falei com a equipa Overdrive [Toyota] e aqui estou", justificou.

O antigo treinador de FC Porto, Chelsea, Tottenham e Zenit, entre outros, vai assim cumprir um sonho de infância, aos 40 anos. A seu lado vai estar o experimentado Ruben Faria, antigo motard que terminou o Dakar em segundo lugar em 2013. "Quando o André me ligou a convidar para fazer o Dakar com ele, demorei uns... cinco segundos a aceitar", disse o algarvio ao site do Dakar. "É um excelente desafio e acho que temos condições para fazer um bom Dakar, o que significa chegar ao bivouac todas as noites e não chegar muito tarde", acrescentou Faria.

O Dakar 2018 arranca dia 6 de janeiro, em Lima, no Peru, e termina dia 20 em Córdoba, na Argentina. Pelo meio, atravessa também a Bolívia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG