Adidas quer rescindir contrato com a Federação Internacional

Escândalos de doping e corrupção na base da decisão

O fabricante de equipamentos desportivos Adidas tenciona terminar a parceria com a Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF), quatro anos antes do termo do contrato, por causa dos escândalos de 'doping' e corrupção, noticia esta segunda-feira a BBC.

"A Adidas é contra toda e qualquer forma de 'doping' e é por isso que estamos em contacto estreito com a IAAF para saber mais pormenores sobre o processo de reforma em curso sobre esta temática", referiu um porta-voz da marca à agência AFP.

O mesmo porta-voz da empresa de material desportivo, que é a principal patrocinadora da IAAF, escusou-se a comentar, sem conformar nem desmentir, a possibilidade de antecipar o fim do contrato no valor de várias dezenas de milhões de euros.

A IAAF, por seu lado, emitiu um comunicado em que afirma estar em contacto estreito com todos os seus patrocinadores e parceiros de negócio, para lhes dar conta do processo de reforma em curso.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG