Lewandowski é o melhor jogador do Ano

Avançado polaco bateu Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, por esta ordem, na votação para o The Best. Polaco já tinha sido eleito o melhor da Europa. Português foi escolhido para o melhor onze do Ano.

Robert Lewandowski foi coroado esta quinta-feira como melhor jogador de futebol do Mundo. O polaco do Bayern Munique levou a melhor sobre os dois dinossauros dos prémios da FIFA, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.

Há dez anos que o português e o argentino lutam pelo troféu, mas desta vez foi um polaco a sorrir. Lewandowski recolheu 58 pontos, enquanto Cristiano Ronaldo terminou em segundo, com 38, e Messi foi terceiro com 35.

"Sinto-me fantástico. Estou muito orgulhoso e feliz. Para ser honesto este é um grande dia para mim, mas também para o meu clube e companheiros de equipa. Este prémio também lhes pertence, tal como ao meu treinador e ao Bayern Munique em geral. É um sentimento incrível, imensas emoções...", confessou o jogador, depois de receber o troféu das mãos do presidente da FIFA, Gianni Infantino.

Como foi ganhar a Cristiano Ronaldo e Messi? "Ganhar este troféu e estar ao lado do Messi e Ronaldo é algo incrível e significa imenso para mim. Há muito tempo que lutava por ter algo assim e finalmente o consegui. Significa imenso, não importa de onde vens, o que importa é o que dás para o conseguir", respondeu o goleador.

Apesar de 2020 ter sido um "ano difícil para todos" devido à pandemia, para Lewandowski houve coisas boas: "O ponto alto foi a conquista da Champions." Foi na fina com o PSG, em Lisboa.

Veja quem votou em quem

Vulcão desviou-o do Blackburn e colocou-o na rota da Bundesliga

Se não fosse um vulcão, a história de sucesso de Robert Lewandowski no futebol alemão e mundial não seria a mesma. Parece uma verdade La Palisse, mas o certo é que o avançado polaco deve a carreira na Bundesliga a um incidente vulcânico.

Em 2010, quando ainda tinha 21 anos e marcava golos no Lech Poznan, depois de um início de carreira com algumas dispensas, recebeu uma proposta do Blackburn, então na Premier League. Ele ficou empolgado, mas antes de embarcar para Inglaterra, onde iria assistir conhecer o novo clube e ver uma partida do Blackburn com o Everton, o vulcão islandês Eyjafjallajokull entrou em erupção.

As cinzas deixaram os céus europeus paralisados. A ida para Blackburn foi adiada e nesse entretanto chegou uma uma outra proposta, mais vantajosa economicamente e mais perto de casa. Foi assim que assinou com o Borussia Dortmund. O resto é uma história com muitos golos marcados.

Lewandowski é oriundo de uma família de desportistas: o pai foi judoca e a mãe jogadora de voleibol. É casado desde junho de 2013 com Anna Stachursk, karateca e medalha de bronze no Mundial de 2008, que é também a nutricionista do jogador.

Ele é licenciado em Educação Física e Desporto. A dissertação de final de curso foi sobre a sua própria vida. De acordo com a imprensa polaca, a dissertação do jogador centra-se na sua própria experiência como futebolista, desde o começo nas equipas da sua cidade natal até aos seus jogos nos estádios mais importantes da Europa.

O avançado do Bayern Munique é ainda o melhor marcador da história da seleção polaca e já tinha sido eleito o melhor jogador do ano pela UEFA. Este ano, venceu o campeonato e taça na Alemanha, além da Liga dos Campeões.

Ele contribuiu com golos, claro. Foi o melhor marcador da Champions (15 golos), da Taça da Alemanha (6 golos) e da Bundesliga (34 golos), algo que ninguém conseguia desde 1977. No total, o bávaro terminou a época passada com 59 golos marcados.

Todos os vencedores do The Best FIFA
2016 - Cristiano Ronaldo
2017 - Cristiano Ronaldo
2018 - Luka Modric
2019 - Lionel Messi
2020 - Robert Lewandowski

Mais Notícias

Outras Notícias GMG