Paulinho, o mais desejado: "Cheguei onde queria"

O avançado é o reforço mais caro de sempre dos leões (16 milhões de euros por 70% do passe) e fica com cláusula de rescisão de 60 milhões.

Paulinho foi finalmente apresentado como jogador do Sporting, após um longo namoro. "É felicidade pura, estou muito feliz por estar aqui. Agradeço a toda a gente pelo esforço que fizeram. Não foi um processo fácil, mas finalmente consegui chegar onde queria", disse aquele que é o mais caro reforço de sempre do Sporting, que paga ao Sp. Braga 16 milhões de euros por 70% dos direitos económicos - supera os 12 milhões de Bas Dost em 2016-17.

Natural de Barcelos, nunca representou um clube a mais de 50 quilómetros de casa (jogou no Santa Maria, Trofense, Gil Vicente e Sp. Braga), mas espera uma "rápida" adaptação ao novo emblema. "O Sporting é que importa. Estou num grande de Portugal, um clube incrível. É, de longe, o maior passo da minha carreira", admitiu o avançado de 28 anos, que assinou até 2025 e ficou com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

Em Alvalade, reencontra o treinador Rúben Amorim: "Sei que ele não espera nada menos do que 100% de mim e de todos. É isso que vou dar em todos os jogos."

Numa jogada tripla a fazer lembrar o mercado que valeu o título em 1999-2000, quando Inácio recebeu César Prates, André Cruz e Mbo Mpenza e acabou com um jejum de 18 anos sem títulos, o presidente Frederico Varandas garantiu ainda João Pereira e Matheus Reis. Este último deixou o Rio Ave para se juntar aos leões e promete dar luta a Nuno Mendes por um lugar no lado esquerdo da defesa: "Deixarei a minha vida em campo e lutarei com unhas e dentes para ajudar a equipa."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG