Velório de ditador africano é o tema do novo romance de Pepetela

Pepetela tem novo romance e vai ser o autor homenageado da Escritaria. O livro é um relato polémico da última cerimónia pública de um ditador africano que se eternizou no poder, o seu próprio velório.

Pepetela vai ter um romance novo nas livrarias na próxima semana. Chama-se Sua Excelência, de Corpo Presente, e é uma crítica mordaz "ao abuso de poder e aos sistemas de governo totalitários disfarçados de democracias". O texto de apresentação do novo romance de um dos mais importantes escritores angolanos faz questão de localizar a ação do livro "num país africano" e o tema é "a conturbada história das últimas décadas".

O escritor angolano e Prémio Camões em 1997 estará em Portugal para o lançamento e será o autor homenageado da Escritaria, o encontro literário que tem levado a Penafiel nos últimos anos os mais importantes escritores da lusofonia, desde António Lobo Antunes a Mia Couto. A Escritaria decorre na primeira semana de outubro e transforma a cidade numa verdadeira capital literária, repleta de iniciativas em auditórios e nas ruas.

É habitual os escritores homenageados pela Escritaria lançarem um novo livro e Pepetela aproveita a 11.ª edição do encontro de Penafiel para fazer a principal sessão de lançamento de Sua Excelência, de Corpo Presente.

A particularidade do novo livro de Pepetela, como se pode suspeitar pelo título, é que os eventos neste país africano governado por um "ditador" são recordados pelo próprio, que está morto mas "vê, ouve e pensa enquanto circulam à sua volta os que lhe foram prestar uma última homenagem" ou "ou certificar-se de que morreu".

Para Pepetela, enquanto o ditador jaz "num enorme salão cheio de flores, deitado num caixão forrado a cetim branco, ouve as conversas e sussurros e pensa sobre tudo o que o rodeia, em como chegou àquela situação e no que se lhe seguirá". Ao relembrar a sua vida, o percurso que o levou a presidente e os muitos anos como chefe de Estado, Pepetela vai "revelando os meandros do poder político, o nepotismo que o corrói e os abusos permitidos a quem o detém".

Além desta novidade, Sua Excelência, de Corpo Presente, a editora D. Quixote vai reeditar dois clássicos de Pepetela: Yaka e Jaime Bunda, Agente Secreto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG