Tarcísio Meira, eterno galã da TV brasileira, morre aos 85 anos por covid-19

Ator brasileiro estava internado em hospital de São Paulo há uma semana, tal como a mulher, a também atriz Glória Menezes. Considerado o "eterno galã" da TV brasileira trabalhou em mais de 40 telenovelas da TV Globo

Tarcísio Meira, 85 anos, morreu nesta quinta-feira, dia 12, em São Paulo, vítima de covid-19. O ator brasileiro estava internado, ao lado da mulher, a também atriz Glória Menezes, de 86, desde dia 6. O caso dela é considerado menos grave.

O casal foi vacinado duas vezes contra a doença mas contraiu-a "num descuido", segundo a nora, casada com o filho do casal, o também ator Tarcísio Filho, de 56.

Nascido em São Paulo, a 5 de outubro de 1935, Tarcísio Magalhães Sobrinho estreou-se na TV Globo em 1967 e trabalhou em mais de 60 programas, entre minisséries, especiais e telenovelas. Do casamento com Glória Menezes, cujo estado é considerado menos grave, nasceu Tarcísio Filho, também ator.

Meira, uma das maiores estrelas da televisão brasileira, com uma longa carreira, trabalhou também no teatro e no cinema, e participou em novelas como "O Rei do Gado", "Torre de Babel", "O Beijo do Vampiro", "Senhora do Destino" ou "Páginas da Vida".

A informação sobre a morte do ator foi avançada no Senado brasileiro, durante uma sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga falhas do Governo na gestão da pandemia, com os senadores a fazerem um minuto de silêncio em memória do intérprete.

"Tarcísio é mais um dos quase 600 mil brasileiros que perderam as suas vidas, dentre outras coisas, porque o Governo não soube fazer o seu trabalho na hora certa", afirmou o senador Alessandro Vieira, ao falar sobre a morte do ator.


* com Lusa

Mais Notícias

Outras Notícias GMG