Sul-coreano "Parasitas" surpreende e vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

A comédia negra de Bong Joon-ho tornou-se no primeiro filme em língua estrangeira a vencer o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos EUA. Joaquin Phoenix venceu na categoria de Melhor Ator com "Joker" e a carreira de Robert de Niro foi dintinguida

Parasitas, do realizador sul-coreano Bong Joon-ho, venceu no domingo o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG, na sigla em inglês), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção.

A comédia negra de Bong Joon-ho venceu na principal categoria, melhor elenco, para a qual estavam indicados O Irlandês, de Martin Scorsese, Era uma vez... em Hollywood, de Quentin Tarantino, O Escândalo, de Jay Roach, e Jojo Rabbit, de Taika Waititi.

"Muito obrigado. É uma grande honra. Apesar do título 'Parasitas', esta história é sobre coexistência e como podemos viver todos juntos", disse o ator Song Kang-ho.

Parasitas, que no ano passado venceu a Palma de Ouro no festival de Cannes, tornou-se o primeiro filme em língua não inglesa a vencer o prémio máximo do Sindicato dos Atores dos EUA.

O filme, que reflete sobre a desigualdade e os efeitos nocivos do capitalismo, passou pelas telas como um 'furacão' e conta com seis nomeações para os Óscares, incluindo melhor filme e melhor realizador.

A 26.ª edição dos prémios SAG, realizada em Los Angeles (EUA), certificou também Joaquin Phoenix (Joker) e Renée Zellweger (Judy) como favoritos ao Óscar de melhor ator e melhor atriz, respetivamente.

Phoenix elogiou Leonardo DiCaprio e Christian Bale, nomeados para a mesma categoria, e lembrou em palco o falecido ator Heath Ledger, que também interpretou a personagem Joker: "Estou aqui por causa do meu ator favorito, Heath Ledger", disse.

Robert de Niro recebeu prémio carreira

Laura Dern (História de um Casamento) e Brad Pitt (Era uma vez em... Hollywood) foram distinguidos como melhores atores secundários.

No campo da televisão, The Crown venceu o melhor elenco em série dramática e Peter Dinklage, com Game of Thrones, e Jennifer Aniston, com The Morning Show, foram distinguidos como melhores atores.

Phoebe Waller-Bridge, aclamada por Fleabag, arrecadou o prémio de melhor atriz de comédia.

O prémio de carreira foi entregue este ano a Robert De Niro, de 76 anos, que recebeu a distinção pelas mãos de Leonardo Dicaprio.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG