Sara Carreira e Tony Carreira num concerto na Altice Arena.

sara carreira

Sara, a "mulher da vida" de Tony Carreira

A benjamim da família Carreira perdeu a vida no sábado. Dava os primeiros passos na música, incentivada pelo pai.

Tony Carreira já era Tony Carreira quando Sara nasceu, em 1999. A mais nova da família cresceu na música. Com as digressões, os concertos esgotados na Altice Arena, longas filas de fãs que queriam um autógrafo do pai e, mais tarde, com a entrada em cena dos irmãos, Mickael, agora com 34 anos, e David, 29. O pai incentivou a carreira dos filhos. Foi com ele que todos fizeram o seu batismo de palco.

Sara tinha 13 anos quando cantou em público com o pai na Altice Arena pela primeira vez. A canção foi feita à sua medida: Hoje Menina, Amanhã Uma Mulher, que o pai Tony Carreira dedica à filha.

Tony Carreira, 56 anos, falava assim dos filhos no seu livro O Homem Que Sou (Contraponto, 2018). "Todos os dias, é muito importante para mim saber que o Mickael, o David e a Sara estão bem. É importante ligar-lhes nem que seja só para dizer que gosto muito deles. É importante mostrar o meu afeto por palavras mas também por beijos e abraços." E admitia os cuidados especiais com Sara, a benjamim da família.

"Evoluí como pai, mas não sei bem o que pensar do pai-galinha que me tornei com a Sara", afirma neste livro de memórias. "Quando o Mickael tinha 4 anos, eu já o mandava ir sozinho comprar pão. Mas tento sempre proteger a Sara ao máximo. Talvez sejam restos de pensamentos antiquados: que os rapazes precisam menos de proteção dos pais do que as raparigas. Como se as mulheres não nos estivessem sempre a provar a sua enorme capacidade e força. Mesmo assim, se a Sara tiver de ir comprar pão... eu vou com ela. E, pelo caminho, aproveito para lhe dizer que ela é a mulher da minha vida." Uma afirmação repetida em várias entrevistas.

A filha mais nova de Tony Carreira morreu no sábado (dia 5), aos 21 anos, vítima de um acidente de viação na A1, após uma colisão que envolveu quatro veículos, ao quilómetro 61, entre Santarém e o Cartaxo, cerca das 19.00.

Ao volante do carro seguia o namorado da jovem, Ivo Lucas, cantor e ator, que se encontra hospitalizado em estado grave, e do acidente resultaram ainda dois feridos de menor gravidade, confirmou o CDOS de Santarém ao DN, na noite de sábado.

Já neste domingo, numa declaração enviada à Lusa, a família Carreira pediu "privacidade". Agradecendo o "carinho", o "amparo" e as mensagens que têm recebido, pedia "humildemente a todos, sobretudo à comunicação social", que lhes permitam uma despedida com privacidade.

"Neste momento em que nos invade uma dor imensa e uma tristeza profunda, pedimos humildemente a todos, sobretudo à comunicação social, que nos permitam despedir da nossa Sara com a paz e com a privacidade que a nossa família neste momento precisa", afirma a nota, sublinhando que "deve haver poucos momentos de dor que se assemelhem à perda de uma filha, uma irmã, uma menina, uma princesa", diz a nota. Não foi divulgada a data das cerimónias fúnebres.

Uma vida sob os holofotes

Sara Carreira nasceu em Dourdan, França, e mudou-se para Portugal com menos de 12 meses. Completou 21 anos no dia 21 de outubro. Tony Carreira fez-lhe uma surpresa, partilhada nas redes sociais - um avião com uma mensagem "Parabéns, mon poussin. Je t'aime". (minha menina, amo-te).

Como os irmãos, Mickael e David, Sara procurava fazer uma carreira na música. Depois dessa primeira apresentação em público, só em 2018 voltou a mostrar-se na música. Em palco com o pai e os irmãos, cantando o êxito Sonho de Menino e numa colaboração com o irmão David. A canção chama-se Gosto de Ti. Interpretaram-na juntos, em 2019, na Altice Arena.

Ainda em 2019, a jovem editou o primeiro disco, Metade, a que pertencia a canção Gosto de Ti.

Com o lançamento do disco, e os seus compromissos, Sara começou a aparecer cada vez mais nome próprio. Numa entrevista à locutoraCatarina Miranda (Antena 1) falou sobre o peso de ser uma Carreira. "Sou a filha de de..., irmã de..., irmã de...e só depois sou a Sara." Era uma situação a que, dizia, já se tinha habituado. "Estou nisto desde que nasci, literalmente, agora já lido perfeitamente." Participou no concurso da SIC ​​​​​​A Máscara. "Deu-me vontade de experimentar outros géneros", disse.

Sara Carreira tinha decidido suspender os estudos (após breves passagens por Cultura e Comunicação e Estudos Asiáticos, e estava agora a realizar "um sonho": lançar uma linha de roupa, em parceria com a estilista Micaela Oliveira, a Éssê by Sara Carreira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG