Rui Catarino nomeado presidente do Teatro Nacional D. Maria II

Cláudia Belchior pediu renúncia por sentir que "foram completados" os objetivos a que se propôs. Rui Catarino e Sofia Campos assumem funções no dia 1 de julho como presidente e vogal.

O até aqui vogal da administração do Teatro Nacional D. Maria II Rui Catarino vai assumir a presidência daquele órgão, na sequência da saída de Cláudia Belchior, com Sofia Campos a entrar para vogal, anunciou esta quarta-feira o Governo.

Em comunicado, o Ministério da Cultura indicou que Rui Catarino e Sofia Campos assumem funções no dia 1 de julho, até ao final do mandato corrente, que termina em dezembro do próximo ano.

No mês passado, Cláudia Belchior pediu renúncia por sentir que "foram completados" os objetivos a que se propôs.

Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa, e pós-graduado em Gestão Cultural nas Cidades pela INDEG Business School/ISCTE, Rui Catarino é vogal do conselho de administração do D. Maria II desde 2016, sendo professor na Escola Superior de Teatro e Cinema desde 2008.

"Conta com mais de 20 anos de experiência no setor cultural, tendo exercido funções de produção no Novo Grupo de Teatro e de gestão no São Luiz Teatro Municipal, no OPART - Organismo de Produção Artística (vogal do conselho de administração, 2010-2011), na Fundação de Serralves (assessor da direção-geral, 2011), em Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura (membro da equipa de direção executiva) e na EGEAC -- Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, da qual é quadro desde 2005 (assessor do conselho de administração, 2015-2016)", pode ler-se na biografia disponibilizada pelo Ministério da Cultura.

A mesma biografia recorda que Rui Catarino foi assessor dos gabinetes da vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa e da Secretaria de Estado da Cultura do Governo de Pedro Passos Coelho. Catarino foi também sócio cofundador do Canal 180.

Antiga diretora artística da Companhia Nacional de Bailado, Sofia Campos formou-se em Dança, pela Escola Superior de Dança, em Gestão das Artes na Cultura e Educação, pela Escola Superior de Educação Jean Piaget, e é mestre em Práticas Culturais para Municípios pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Desde outubro do ano passado que é gestora do projeto de investimento de requalificação do Teatro Nacional D. Maria II, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

No mesmo teatro nacional de Lisboa foi vogal da administração entre 2015 e 2018.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG