Há uma recompensa de 500 mil euros para encontrar assaltantes e joias de museu alemão

Entre as peças levadas está o Dresden White, também conhecido como o diamante branco da Saxónia, de 49 quilates.

Os investigadores oferecem uma recompensa de 500 mil euros por qualquer informação do assalto de segunda-feira ao museu Grünes Gewölbe (Abóbada Verde) em Dresden, na Alemanha, em que dezenas de peças, incluindo um diamante de 49 quilates, foram roubadas.

Esta quantia destina-se a quem dê informações que conduzam à detenção dos ladrões, que serão pelo menos quatro, e à descoberta das peças, que contêm "centenas" de diamantes, indicou em comunicado, o Ministério Público de Dresden e a polícia federal.

"Não pouparemos esforços para resolver este caso", salientaram os investigadores, após o roubo na madrugada de segunda-feira.

Um grupo com cerca de 40 pessoas foi criado para investigar o assalto. Um vídeo divulgado pela polícia mostra os criminosos a entrar numa sala do museu com lanternas. Um dos assaltantes, encapuzado, partiu uma vitrina com um machado.

Pelo menos quatro ladrões conseguiram entrar no museu pouco antes das 5.00 locais de segunda-feira (4.00 em Lisboa) para roubar joias do século XVIII. Foram roubadas onze peças completas, enquanto partes individuais de três outros objetos estão em falta.

Entre as peças levadas está o Dresden White, também conhecido como o diamante branco da Saxónia, de 49 quilates.

Na segunda-feira, a direção do museu Grünes Gewölbe considerou as peças roubadas de valor histórico e cultural "inestimáveis" e não quantificáveis.

Mais Notícias