Quatro portugueses finalistas do Prémio da União Europeia para a Literatura

Este ano, a lista de finalistas inclui 55 autores de 14 países: Albânia, Arménia, Eslovénia, Islândia, Letónia, Malta, Moldávia, Países Baixos, Portugal, República Checa, Sérvia e Tunísia.

Quatro escritores portugueses estão entre os finalistas do Prémio da União Europeia para a Literatura, ao lado de autores de 13 outros países, anunciou esta quinta-feira a organização.

Os autores portugueses são Ana Margarida de Carvalho, com o romance "O gesto que fazemos para proteger a cabeça", Frederico Pedreira, com "A lição do Sonâmbulo", Isabel Rio Novo, com "Rua de Paris em dia de Chuva", e João Pinto Coelho, com o título "Um tempo a fingir", todos publicados o ano passado.

O júri nacional foi constituído por José Manuel Lello, administrador da Livraria Lello, no Porto, que presidiu, e ainda pelo escritor José Jorge Letria, presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, pelo escritor João de Melo, pela jornalista Isabel Lucas e pelo também escritor David Machado, que venceu o prémio em 2015 com "Índice Médio de Felicidade".

O Prémio da União Europeia para a Literatura visa realçar "a criatividade e a riqueza diversificada da literatura contemporânea europeia no campo da ficção, promover a circulação da literatura na Europa e incentivar um maior interesse pelo não-nacional obras literárias", segundo se lê no 'site' do galardão .

Este ano, a lista de finalistas inclui 55 autores de 14 países: Albânia, Arménia, Eslovénia, Islândia, Letónia, Malta, Moldávia, Países Baixos, Portugal, República Checa, Sérvia e Tunísia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG