O último herói de ação

Pode estar aqui o primeiro de muitos filmes de John Kelly, um novo agente militar de Tom Clancy. Without Remorse, de Stefano Sollima, é uma das apostas fortes da Amazon.

A Paramount foi dos estúdios mais fustigados com a pandemia. Uma das suas mais notórias vítimas foi este Without Remorse, do italiano Stefano Sollima, negociado para o streaming da Amazon, filme de ação de grande orçamento e com o ator afro-americano com maior impacto em Hollywood, Michael B. Jordan, mas a atração aqui é Tom Clancy. O filme é a primeira adaptação dos livros com a personagem John Kelly, um NAVY Seal que se torna agente da CIA, uma espécie de Jack Ryan mais "action hero". Aliás, Sollima transforma tudo isto numa veneração descarada à estética dos filmes de ação dos anos 1980, na qual o heroísmo masculino era ponto de honra.

Neste primeiro "John Kelly" assistimos à forma como se torna num agente. Tudo se passa depois de um grupo de agentes russos tentarem matar a sua equipa de NAVY Seals. Nesse golpe, Kelly sobrevive mas não evita a morte da sua mulher. Depois de recuperado, torna-se num agente a solo em busca de vingança. Uma vingança que poderá ser aproveitada pela CIA para desmantelar forças secretas na Rússia.

Escrito por Taylor Sheridan, o argumentista aclamado de Sicário e Hell or High Water- Custe o que Custar!, estamos na presença de um filme que evita modernismos na relação com o objeto em questão, a saber: os códigos éticos militares dos serviços secretos americanos. Ao contrário do universo de Jack Ryan (que já deu filmes com Alec Baldwin, Chris Pine, Ben Affleck e Harrison Ford na pele do agente), aqui há uma valorização das regras do filme de ação. A escrita de Sheridan apela a esse confronto nostálgico com um cinema de entretenimento de velha escola, não só por intermédio de uma evidente secura, mas também por uma honestidade da sua própria dureza. Se é verdade que se pedia um pouco mais de subtileza quando a intriga parece denunciar as políticas militares desta América, também não é menos verdade que se torna refrescante encontrar um filme de heróis de ação sem patetices de piada referencial e com uma tensão inegável. Acima de tudo, um objeto competente.

dnot@dn.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG