Músico italiano Franco Battiato morre aos 76 anos

A sua carreira, que abrange mais de cinquenta anos no mundo da música, fez dele uma personagem única e uma lenda musical na cena italiana.

O músico Franco Battiato, um dos mais célebres compositores italianos, morreu esta terça-feira em sua casa em Milo (Sicília, sul de Itália), aos 76 anos, após uma doença prolongada, anunciou a sua família.

Franco Battiato, que esteve afastado do palco durante algum tempo, era conhecido mundialmente pelo estilo poético e existencial que o acompanhou ao longo da carreira, com canções tão famosas como "Centro di gravità permanente" (1981) ou "Voglio vederti danzare" (1982).

"Um mestre deixou-nos. Um dos nomes maiores da canção de autor italiana. Único, inimitável, sempre em busca de novas expressões artísticas. Deixa um legado eterno", afirmou o ministro italiano da Cultura, Dario Franceschini, prestando-lhe homenagem, quando a notícia foi anunciada.

O funeral do músico, que morreu por volta das 05:00 horas locais (04:00 em Lisboa), será uma cerimónia privada, de acordo com os órgãos de comunicação locais.

Nascido a 23 de março de 1945 em Riposto, na ilha da Sicília, Franco Battiato era um músico eclético, que tocou todos os géneros musicais, do rock à música ligeira, destacando-se também na canção de autor, eletrónica e até na ópera.

A sua carreira, que abrange mais de cinquenta anos no mundo da música, fez dele uma personagem única e uma lenda musical na cena italiana.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG