Festival Sons com História regressa com três concertos e uma missa cantada

A segunda edição do festival decorre em Castelo de Vide nos dias 21, 27, 28 e 29 de agosto.

O festival de música Sons com História regressa a Castelo de Vide no dia 21 de agosto, com três concertos e uma missa cantada. A segunda edição do festival, criado por Nuno Velez, conta com o apoio da Câmara Municipal de Castelo de Vide e tem como missão possibilitar o acesso à cultura musical erudita.

A Igreja Matriz de Santa Maria da Devesa será o palco para Monodia, um recital de música do século XVII, em estreia nacional, no sábado, dia 21 de agosto. A soprano Ana Quintans será acompanhada por Diana Vinagre no violoncelo e por Miguel Amaral na guitarra portuguesa.

Na mesma Igreja, vai realizar-se, no dia 27 de agosto, o concerto do grupo ALMA Ensemble, com direção da maestrina Filipa Palhares acompanhada por André Ferreira no órgão.

No sábado, dia 28 de agosto, o jardim municipal de Castelo de Vide vai apresentar a Gala de Ópera, onde vão ser interpretadas várias de obras como A Flauta Mágica ou O Barbeiro de Sevilha. As vozes da soprano Rita Marques, do tenor João Rodrigues e do barítono André Henriques, vão juntar-se à Orquestra Académica de Lisboa dirigida maestro Tiago Oliveira, para um espetáculo de repertório operático.

O festival encerra no domingo, com a Missa Cantada na Igreja Matriz de Santa Maria da Devesa, que se vai realizar pelas 12:00 do dia 29 de agosto.

Todos os concertos do festival Sons com História são de entrada livre, com lotação condicionada às restrições indicadas pela DGS.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG