Depois de Barcelona e do Porto: Primavera Sound vai chegar a Los Angeles

Festival que começa esta quinta-feira no Porto já anunciou o primeiro artista para a edição de 2020: Pavement.

Depois de Barcelona e do Porto, o festival Primavera Sound vai chegar aos Estados Unidos: a primeira edição americana vai realizar-se em Los Angeles a 19 e 20 de setembro do próximo ano.

"Há já muito tempo que pensamos em vir para Los Angeles e a celebração do nosso 20º aniversário pareceu-nos o momento perfeito para esta decisão de atravessar o Atlântico", explica o comunicado de impressa assinado pelo co-diretor do Primavera Sound Gabi Ruiz. "O nosso objetivo é trazer o espírito do Primavera Sound a cidades que têm a mesma vibração: são criativas, coloridas e acolhedoras". Em LA, o festival terá uma parceria com a Live Nation.

O Primavera Sound Barcelona decorreu no fim de semana passado e o NOS Primavera Sound chega quinta-feira ao Parque da Cidade, no Porto. Entre os cabeças de cartaz estão nomes como Stereolab, Solange, Erykah Badu, James Balin, Interpol e Rosalía. O festival tem ainda uma edição em Benidorm, Espanha, que este ano acontece a 8 e 9 de novembro.

Para 2020, além de Los Angeles, o Primavera Sound prevê chegar ainda a mais palcos. No site oficial, foi colocado um espaço para um festival entre as datas do Porto e de LA e a imagem desfocada leva-nos a pensar que será Londres.

Algo já sabemos sobre o Primavera Sound de 2020, que acontecerá em Barcelona de 4 a 6 de junho e no Porto de 11 a 13 de junho: será palco da reunião dos Pavement.

A banda liderada por Stephen Malkmus, que marcou presença no festival de Barcelona deste ano com os seus The Jicks, vai subir assim aos palcos mais uma vez desde que se separou em 1999, depois de o ter feito numa digressão mundial em 2010 que não passou por Portugal.

"Pavement é a primeira banda confirmada para o Primavera Sound Barcelona e para o NOS Primavera Sound, no Porto, em 2020", pode ler-se no comunicado da organização dos Primavera Sound, que sublinha que "estas aparições, depois de nenhuma desde 2010, serão os únicos concertos da banda a nível mundial em 2020, que vai estar no Primavera Sound para ajudar a celebrar os 20.º aniversário do festival e na 9.ª edição do NOS Primavera Sound. Está tudo certo. Pavement, sempre Pavement".

Com o estatuto de banda de culto e apenas cinco álbuns de estúdio na discografia, os Pavement são compostos por Scott Kannberg, Mark Ibold, Steve West e Bob Nastanovich, além de Malkmus. Em 2010, aquando da digressão mundial que os viu reaparecer em conjunto pela primeira vez desde a separação, o crítico Chuck Klosterman escreveu na GQ um texto com um título "A maior banda indie de sempre". "As pessoas tendem a saber nada ou tudo sobre ele. Para a maioria da população, eram uma banda com um nome engraçado, um 'hit' menor da MTV ('Cut Your Hair', de 1994) e muita credibilidade abstrata junto de pessoas que ficam zangadas com a rádio. Mas, para o tipo de pessoa hiperintelectual, subempregada que não achava estranho comprar bilhetes de concertos com anos de antecedência, os Pavement são a apoteose da estética indie, a 'melhor banda dos 1990', segundo o antigo crítico da Village Voice Robert Christgau", pode ler-se no texto de Klosterman.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG