Caligrafia coreana e Jogos de Seul em exposição no Camões

Sede do Instituto Camões em Lisboa recebe de 23 de agosto a 10 de setembro duas exposições organizadas no âmbito das celebrações dos 60 anos das relações diplomáticas entre a República da Coreia e Portugal.

Uma exposição do artista Kim InKoo intitulada "Road"pode ser visitada a partir desta segunda-feira no Instituto Camões em Lisboa. Organizada no âmbito das comemorações do 60º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a Coreia do Sul e Portugal, estará aberta ao público, com entrada livre, até dia 10 de setembro. Em simultâneo, estará também na sala de exposições da sede do Camões (praça Marquês de Pombal) uma revisitação fotógrafica dos Jogos Olímpicos de Seul em 1988, centrada na participação dos atletas portugueses.

A primeira exposição centra-se no trabalho de Kim InKoo, artista sul-coreano que reinterpreta a chamada "escrita de selo" da dinastia Joseon (século XVIII), de um modo contemporâneo ""Road" apresenta assim um design caligráfico coreano que junta a longa história do país com o seu presente vibrante", pode ler-se num comunicado da embaixada da República da Coreia. A segunda exposição intitula-se "Memórias da Comitiva Portuguesa nos Jogos Olímpicos de Seul 1988" e foi criada a partir do espólio fotográfico da agência Lusa. Trata-se, ainda segundo a informação disponibilizada pela embaixada , de "uma oportunidade para os visitantes reviverem as memórias e as emoções dos atletas portugueses que participaram num dos mais memoráveis certames desportivos, quer para o país que os acolheu quer para o próprio Portugal, pela mítica medalha de ouro conquistada por Rosa Mota".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG