Exclusivo Awkwafina: "Este dragão feminino tem muito de mim!"

O filme da Páscoa da Disney é um triunfo artístico seguro. Raya e o Último Dragão assume-se como uma aventura no feminino realizada por Don Hall e Carlos López Estrada.

Um filme de animação para celebrar toda a miríade da cultura dos povos do sul da Ásia. Raya e o Último Dragão é uma celebração da magia de Laos, Vietname, Tailândia e Malásia concentrados, um espetáculo de cinema para dar visibilidade cultural a uma região tantas vezes esquecida.

Desta vez, a fábula centra-se em Kumandra, terra de dragões baseada na mitologia do Sudeste Asiático, um território onde uma força do mal faz que os dragões sejam extintos por forma a preservar a vida dos humanos. Mas uma pequena guerreira chamada Raya consegue dar vida a um dragão fêmea chamada Sisu. Juntas vão tentar restaurar a união dos povos divididos e afastar o feitiço que petrificou os dragões mágicos, mas para tal é preciso confiar. Raya diz: "O mundo está despedaçado. Não se pode confiar em ninguém!" Sisu responde: "Talvez esteja despedaçado porque tu não confias em ninguém." Na verdade, esta aposta da Walt Disney é sobre confiança e o poder da amizade no feminino.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG