Antiga casa de John Lennon em Nova Iorque à venda por 4,6 milhões de euros

São 372 metros quadrados de puro luxo e um terraço enorme com vista para o East River e Central Park. A casa do ex-Beatle que faria hoje 80 anos tinha sido vendida há cerca de cinco anos por um valor muito mais baixo.

A magnífica casa onde John Lennon morou em Nova Iorque está à venda por 4,6 milhões de euros. O ex-Beatle viveu naquela fabulosa penthouse em frente ao East River e com vista para o Central Park na década de 70, quando se separou de Yoko Ono e foi viver com a sua assistente May Pang.

A cobertura, com um total de 372 metros quadrados e que tem ainda um terraço enorme, foi colocada à venda no dia 24 de setembro, mas há muito tempo que já não pertence a John Lennon. A última vez que foi vendida foi há cinco anos, por cerca de quatro milhões de euros. Entretanto o proprietário fez alguns melhoramentos e agora o andar está mais inflacionado.

De entre as várias divisões da casa destacam-se uma fabulosa biblioteca, uma cozinha enorme de estilo francês equipado, uma sala de jantar com capacidade para 20 pessoas, uma sala de estar enorme com uma vista estupenda, quatro quartos, um deles com vista para o East River e duas casas de banho, e, claro, o famoso terraço, com 186 metros quadrados.

"Imagine viver numa cobertura de sonho onde uma lenda da música morou. A casa está repleta de história com música, pois foi onde viveu John Lennon", anuncia a agência imobiliária.

Esta penthouse foi cenário de uma série de fotografias icónicas publicadas em 1974 na revista Interview, fundada por Andy Warhol. E foi também neste apartamento que Lennon alegou ter visto um OVNI.

Se fosse vivo, o vocalista do Beatles faria nesta sexta-feira 80 anos - nasceu a 9 de outubro de 1940 em Liverpool, Inglaterra.

Lennon foi assassinado em Nova Iorque na noite do dia 8 de dezembro, em frente ao edifício Dakota, outro local onde viveu em Nova Iorque. O músico foi morto por Mark Chapman, um suposto fã.

Apesar de ser um dos rostos dos Beatles, o quarteto mais popular da história da música pop, compositor de 'Imagine' e rosto, para todos os efeitos, universal, a favor da paz mundial, pelo seu ativismo social ao lado de Yoko Ono, a morte não tirou a John Lennon nenhuma da sua relevância.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG