A responsabilidade cultural das universidades debatida em encontro nacional online

A Universidade do Porto organiza, esta sexta-feira (4), a primeira conferência virtual Encontro Nacional Universidade e Cultura, com a presença da ministra da Cultura, Graça Fonseca, e do ministro da Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor

Que papel pode ter a Universidade na dinamização cultural de uma região e de um país? Que instituições pode mobilizar e quantos palcos de fruição pode proporcionar? Poderá despertar interesses, hábitos e circuitos culturais? No fundo, quantas cidades, dentro da mesma cidade, pode fazer imaginar?

Num formato totalmente online, a conferência será composta por múltiplas sessões, durante as quais a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, o Reitor da Universidade do Porto e Presidente do CRUP [Conselho de Reitores da Universidade do Porto], António de Sousa Pereira, o Comissário do Plano Nacional das Artes, Paulo Pires do Vale, assim como representantes das instituições do Conselho de Reitores "partilharão projetos, perspetivas e desafios", informa a Reitoria da Universidade do Porto.

Organizado em parceria com o Plano Nacional das Artes, este será o primeiro de um conjunto de encontros que se propõe refletir sobre a responsabilidade cultural das universidades.

Para a Vice-Reitora da Universidade do Porto, Fátima Vieira, é necessário "instituir a universidade como um lugar de cultura: uma cultura que questiona, explora, imagina e se interessa pelo Outro, que transgride as fronteiras do saber, que dá instrumentos para a compreensão do mundo, que se assume como princípio fundador de valores sociais, ecológicos e de cidadania, como ferramenta de colaboração e participação e como motor de uma dinâmica universitária de criatividade e inovação".

Nos últimos dois anos, entre exposições, debates, palestras, workshops, visitas guiadas e atividades educativas, entre outros, a Universidade do Porto organizou mais de 450 eventos.

"Sabemos que quanto maior for o envolvimento com a região e o país, mais estimulante, transversal e sustentado será o processo de aprendizagem. Mais profundo será o conhecimento da história e cultura da cidade, do país e do mundo. Pretendemos, por isso, que a Universidade seja, realmente, uma porta de entrada para a construção de um presente inclusivo, democrático e suscetível de desenvolver, entre todos, a vontade de conhecer mais", acrescenta Fátima Vieira.

Entre os oradores internacionais estará Fernando Mencarelli, diretor de ação cultural da Universidade Federal de Minas Gerais, e Emmanuel Ethis, atual Reitor da Academia de Rennes que presidiu à Comissão Cultura e Universidade.

O webinário pode ser acompanhado no Canal de Youtube da Universidade do Porto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG