'Tablets' são mais usados para jogos, informação e 'e-mail'

Usuários recorrem mais a este equipamento à noite e ao fim-de-semana; já está a provocar desinteresse por computadores.

A janela que os tablets rasgaram abre-se a cada dia que passa, mas os estudos ao consumo e ao uso de dispositivos ainda não conseguem acompanhar com rigor a tecnologia que analisam.

Contudo, um inquérito levado a cabo nos Estados Unidos da América pela plataforma adMob, no mês passado e junto de 1430 utilizadores, antecipa as primeiras tendências de consumo: mais de 84% dos inquiridos recorre aos tablets para jogar, seguido da procura de informação, com 78% dos utilizadores, e, a apenas quatro pontos percentuais abaixo, para consulta do e-mail.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG