Microsoft apresenta o Windows Phone 7

O director-geral da Microsoft, Steve Ballmer apresentou esta tarde o novo sistema operativo da Microsoft para 'smartphones' e os aparelhos que suportarão o sistema, numa conferência de imprensa em Nova Iorque.

A Microsoft apresentou hoje vários aparelhos equipados com o seu novo sistema operativo para telemóveis, o Windows Phone 7 (WP7), numa tentativa de resgatar a sua posição num mercado já muito preenchido pelos seus concorrentes.

Os nove modelos de equipamentos apresentados hoje por Steve Ballmer são fabricados pelas marcas LG, Samsung, HTC e Dell. Em Portugal, a TMN disponibiliza, a partir de hoje, um Samsung Omnia equipado com o WP7.

Nos Estados Unidos, os primeiros 'smartphones' WP7 custarão 200 dólares, o preço de referência de quase todos os aparelhos semelhantes, incluindo do iPhone 4, se adquirido através de um plano de fidelização da empresa de telecomunicações AT&T.

Com ecrãs tácteis na sua maioria, estes 'smartphones' organizam as aplicações em mosaicos coloridos actualizados automaticamente, permitem aceder facilmente à internet e às redes sociais - integradas com a lista de contactos do aparelho -, reproduzir e comprar música e vídeo online, editar documentos do Office ou aceder a jogos da consola XBox.

As aplicações serão comercializadas numa plataforma especial, o 'Windows Phone 7 Marketplace', à semelhança do que acontece com outros sistemas como o iPhone e a sua AppStore.

Segundo os últimos dado da consultora Gartner - referência na área das tecnologias - a representação dos sistemas Microsoft para telemóveis no mercado desceu de 8,7% para 4,7%, de 2009 para 2010, e deverá representar apenas 5,2% do mercado em 2011, tendência que o lançamento do WP7 tentará inverter.

Apesar da crescente ocupação do mercado pelos iPhones da Apple, pelos  BlackBerry e pelos aparelhos que utilizam o sistema Android, concebido pela Google, a Microsoft acredita que o mercado dos 'smartphones' está longe da saturação e que ainda é possível abalar a ordem estabelecida.

Parecendo responder ao seu concorrente na Apple, Steve Jobs, que não perde uma oportunidade para vender o seu 'tablet' "mágico", o iPad, Steve Ballmer descreveu os seus novos telemóveis como sendo "maravilhosos" e mostrou-se entusiasmado com as perspectivas dos WP7 no mercado, que estarão disponíveis em 60 países, através de 60 operadoras.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG