'Messenger' vai acabar em 2013

A Microsoft anunciou terça-feira que vai acabar, em 2013, com o serviço 'Windows Live Messenger', que passará a ser integrado no 'Skype'.

Segundo noticia a AFP, os utilizadores do programa poderão exportar todos os seus contactos para o 'Skype' e utilizá-los tanto para conversas de texto como para chamadas telefónicas e vídeo-conferências.

De acordo com site da BBC, o programa 'Windows Live Messenger' vai acabar até março do próximo ano em todo o mundo, à exceção da China.

No blogue oficial do 'Windows Live', Brian Hall, um responsável da Microsoft, publicou uma nota em que explica os motivos que levaram a empresa a decidir acabar com o programa. "Muito mudou para as mensagens instantâneas e para o Messenger. Começámos a usar mais os telemóveis, a trocar mensagens no Facebook e no Twitter, e o Skype tornou-se a melhor maneira de realizar chamadas de vídeo e de voz". Acrescentou que, apesar de muitos utilizadores ainda utilizarem o 'Messenger' e o "adorarem", acredita que o 'Skype' será uma melhor aposta.

O 'Skype', fundado em 2003, foi comprado pela Microsoft em maio de 2011.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG