Apple Watch leva centenas de curiosos a loja em Paris

A famosa Colette mostra em primeira mão, e por apenas 24 horas, o relógio da Apple. Esta tarde a fila para ver o gadget dava volta ao quarteirão e o tempo de espera era, em média, de três horas.

Com a cidade cheia de fashionistas e em plena Semana de Moda de Paris, a Apple resolveu mostrar o seu relógio numa das lojas mais míticas da cidade. A Colette, na Rua de Saint Honoré, tem em exposição, desde esta manhã e apenas por 24 horas, uma vitrina cheia de relógios Apple. A confusão instalou-se.

O DN contou 14 seguranças do espaço em volta do expositor onde era possível ver os relógios, no piso térreo da loja. Só muitos poucos conseguiram experimentar o Apple Watch porque acumulavam-se dezenas de pessoas à volta da vitrina, de smartphones em punho, ansiosas por ver, em primeira mão, a nova coqueluche da Apple.

Lá fora, na rua, centenas de pessoas esperavam na fila que dava acesso à entrada da Colette ladeadas por funcionários da casa, que acalmavam os ânimos e tentavam manter a ordem (possível). "Estou aqui há três horas e picos" diz Sebastian Field. "É uma oportunidade única para ver o Apple Watch que só estará disponível para o próximo ano, vale a pena a espera, especialmente para um "freak" de tecnologia como eu" remata o publicitário norte-americano de 27 anos.

Já Osamu Ryo lamentou que o relógio não estivesse à venda. "Se estivesse à venda comprava os que me deixassem comprar. Não me interessa o preço" conta ao DN. O japonês, instalou-se no fim da fila, quase perto do jardim de Tuileries, e confessou estar disposto a trocar o Rolex que tinha no pulso pelo Apple Watch. Sem hesitações.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG