Sonda europeia "visita" Mercúrio com tecnologia portuguesa

A missão da ESA/JAXA BepiColombo a Mercúrio fará às 00h34 da próxima madrugada um voo de aproximação ao planeta mais próximo do sol. A nave leva consigo uma antena feita em Portugal.

A sonda europeia e japonesa BepiColombo faz no início da próxima madrugada a primeira aproximação a Mercúrio. Vai orbitar o planeta mais próximo do Sol a 200 quilómetros de altitude e recolher imagens e uma série de dados científicos.

Será o primeiro de nove órbitas semelhantes que o aparelho realizará até 2025, de forma a desacelerar para ficar, finalmente, em órbita estável em redor do planeta.

A nave ficará em órbita com o objetivo, nomeadamente, de estudar o campo magnético do planeta e a sua exosfera (camada mais externa da atmosfera).

A BepiColombo, é, em rigor, composta por duas sondas, enviadas para o espaço num módulo em outubro de 2018, que visa explorar Mercúrio, numa missão conjunta entre a ESA e a congénere japonesa Jaxa.

Transporta consigo tecnologia desenvolvida pela Active Space Technologies (AST), empresa localizada em Taveiro, Coimbra.

Uma delas é uma estrutura de titânio de dois metros que suporta a antena de comunicação da nave, essencial para que os dados captados sejam enviados para os cientistas na Terra.

Também a bordo existem instrumentos da AST que irão analisar os níveis de sódio da atmosfera do planeta Mercúrio.

A longa missão da BepiColombo teve início em outubro de 2018. No percurso, as sondas passaram perto do planeta Vénus, em agosto, e utilizaram a sua gravidade para acelerar em direção ao destino final.

Agora, é a gravidade de Mercúrio que é utilizada para travar as naves espaciais, num efeito inverso.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG