Primeiro pacemaker compatível com a ressonância magnética

Em breve será comercializado na Europa o primeiro pacemaker compatível com a ressonância magnética. Os pacientes que adquirirem este novo dispositivo médico, que já recebeu aprovação das autoridades europeias, serão os primeiros a poderem ser  submetidos a esse exame médico, em condições específicas, o que representa uma grande evolução no desenvolvimento de dispositivos cardíacos implantáveis.

Um pacemaker é um pequeno dispositivo (pilha) implantado na zona peitoral esquerda/direita por baixo da pele, que emite estímulos de baixa intensidade através de  sondas introduzidas no coração e que estimulam o músculo cardíaco com o intuito de manter ou regular o ritmo cardíaco.


Por outro lado, a ressonância magnética é uma ferramenta quase fundamental para realizar o diagnóstico de variadas doenças e condições de saúde, um exame que até agora estava vedado aos portadores de pacemaker, dificultando muitas vezes um diagnóstico exacto do seu estado e saúde.


O novo dispositivo foi desenhado por uma empresa de dispositivos médicos, já foi testado e aprovado para ser utilizado durante a ressonância magnética e, em breve, será comercializado em alguns países europeus. Na Europa, são cerca de dois milhões os portadores de pacemaker, em Portugal, são implantados cerca de sete mil por ano.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG