Mulher que recebeu transplante de útero teve de abortar

Os médicos de um hospital turco interromperam a gravidez de Derya Sert, a primeira mulher que recebeu um transplante de útero, anunciou hoje uma fonte médica.

"A gravidez de Derya Sert foi interrompida porque após oito semanas de gestação, a ecografia não mostrava os batimentos cardíacos do embrião", disse, em comunicado, Mustafa Ünal, médico chefe do Hospital Universitário de Akdeniz, no sul da província turca de Antalya.

Os médicos do hospital anunciaram, a 12 de abril, a primeira gravidez de Sert, que recebeu o transplante de útero de uma doadora falecida, revelando o sucesso da implantação de vários embriões fecundados 'in vitro'.

Derya Sert, de 23 anos, nasceu sem útero e tornou-se na primeira mulher a receber, com sucesso, um transplante de útero em agosto de 2011.

Uma primeira tentativa de transplante, realizada em 2000 na Arábia Saudita, a partir de uma doadora viva, resultou em fracasso passado três meses.

O sucesso do transplante realizado em 2011 por uma equipa de médicos turcos em Antalya tem dado esperança a milhares de mulheres que não conseguem ter filhos.

De acordo com dados estatísticos citado spela agência AFP, uma mulher em cada 5.000 no mundo nasce sem útero.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG